A Bondade e o Belo Constituem a Base da Civilização e do Equilíbrio Humano

Norberto R. Keppe

Goodness and Beauty constitute the basis of civilization and Human balance

RESUMO

O bem é realizado pela boa conduta e não pela má. Somente através do amor e do bem-estar social é que é possível educar e trazer paz à humanidade. A importância do belo é a mesma da ação. A arte é o que existe de maior utilidade,
devido ao seu aspecto fundamental de trazer equilíbrio para o ser humano.

Palavras-chave: Bondade, Sentimento, Pensamento, Ato Puro, Estética, Arte, Conscientização

ABSTRACT

Good is accomplished by good conduct and not by a bad one. Only through love and social well-being it is possible to
educate and bring peace to humanity. The importance of beauty is the same as action. Art is the most useful thing
that exists, due to its fundamental aspect of bringing balance to the human being.

Keywords: Goodness, Feeling, Thought, Pure Act, Aesthetics, Art, Consciousness.

Texto

É a bondade do ambiente que fará o indivíduo bom; todo processo violento de punição e castigo só servirá para acir-
rar os ânimos e tornar o homem revoltado. É necessário conscientizar a pessoa dos prejuízos que ela terá, adotando
uma conduta má — e essa conscientização só será possível se houver um meio-ambiente bondoso. Por este motivo o sistema penal é inteiramente nocivo e explica o motivo pelo qual o presidiário volta pior para a sociedade.

As prisões foram criadas para esconder todos os problemas de criminalidade social — assim como os hospícios têm a
finalidade de impedir a consciência das dificuldades psicológicas. Se o leitor observar bem, verá que a maioria dos presos são pessoas que oferecem perigo aos poderes sociais. Ambas as instituições são maléficas à sociedade, porque dão a ideia de que os crimes e as perturbações mentais estão totalmente controlados.

O bem é realizado pela boa conduta e não pela má; não é possível retirar o bem do mal. Estou dizendo que somente
através do amor e do bem-estar social é que é possível educar e trazer paz à humanidade; evidentemente a punição é
necessária, mas um ambiente demasiadamente repreensor e pessimista desfavorece a vida psíquica. O que realmente dá vida ao mundo, desenvolve-o e cura seus males é a verdade — que todo ser humano procura seja dentro de um sistema filosófico, religioso ou científico. Não há pessoa que não a busque, sabendo-o ou não, porque a realidade é inerente à própria estrutura psicofísica. Não importa que você a conheça ou não, todos somos ávidos pela verdade.

Tomás de Aquino coloca toda a virtude dependente do conhecimento — exatamente ao contrário de minha pesquisa, pois eu vejo a conduta humana relacionada diretamente com a atitude de afeto. É por esta razão que uma vez Agostinho disse: Ama e faze tudo o que quiseres, vendo no amor toda a causa de um comportamento virtuoso.

As bases da vida, sentimento e pensamento, são responsáveis por tudo o que tem existência posteriormente:

Estou mostrando que o fundamento de toda e qualquer realidade está na união do sentimento (bom) ao pensamen-
to, que ocasionará tudo o que existe na humanidade — e quando essa junção é quebrada se torna responsável por todos os transtornos que surgem.

Trata-se sempre de um triângulo, que não pode haver, se uma de suas bases é alterada; de modo geral foi isso o que aconteceu com o ser humano e sua sociedade. Para sanar tal fato agora será necessário um grande esforço nos dois sentidos: para conscientizar e para corrigi-lo. Mas não há outra possibilidade.

Posso dizer que a importância do belo é a mesma da ação. Parece mesmo que a idéia de Ato Puro que Aristóteles forneceu do Criador é idêntica à da beleza — comparando-se um com o outro, vemos que a arte quanto mais se aproxima da ação mais bela se torna. Quando Mozart colocou tantas notas para fazer a sua música, tornou-a a mais divina de todas; Miguel Ângelo era um delírio de cores; Leonardo da Vinci tinha percepção de todos os músculos e fibras do corpo humano; Shakespeare analisava a maioria das emoções do homem; Goethe tinha uma cultura universal; Schiller penetrou mais fundo no lirismo; Beethoven compunha arte e filosofia ao mesmo tempo.

A arte é o que existe de maior utilidade devido ao seu aspecto fundamental de trazer equilíbrio para o ser humano. Sua utilidade não é imediata em relação ao lucro, mas é a base de toda a verdadeira realização — inclusive para a
saúde mental e social, para o desenvolvimento escolar e pessoal.

O bem dá origem diretamente à verdade e à ética, que formam a estética — e esta última é que irá inspirar a filosofia e a própria ciência. Por este motivo posso afirmar que arte para ser verdadeira tem de se basear: na ética e verdade; e assim organizada ela pode modificar o mundo.

Norberto R. Keppe Psicanalista, Filósofo, Pedagogo, Cientista Social, Pesquisador independente de Energética (Nova Física), Escritor, Fundador e Presidente da SITA – Sociedade Internacional de Trilogia Analítica (Psicanálise Integral). Integrou as áreas da ciência, filosofia e espiritualidade, criando um novo campo chamado de Trilogia Analítica (psicossociopatologia). Criador da Tecnologia de motores ressonantes Keppe Motor. Doutor Honoris Causa

Receba as Novidades

Em seu e-mail ou por WhatsApp, receba conteúdo exclusivo: boletins de conteúdo, palestras, artigos, lançamentos, etc. Somente a Keppe & Pacheco enviará as mensagens, garantindo que os interessados recebam conteúdo confiável e de qualidade.

plugins premium WordPress Pular para o conteúdo